Bancada regional espera respostas de secretário sobre Linha 18

    Resposta. É o que espera a bancada de deputados do Grande ABC durante audiência do secretário dos Transportes Metropolitanos do Estado, Alexandre Baldy, marcada para hoje, a partir das 14h30, na Assembléia Legislativa. O titular do setor irá para o Parlamento paulista prestar contas do semestre da pasta, mas os parlamentares da região já avisaram que vão cobrar explanações sobre o futuro da Linha 18-Bronze do Metrô, que ligará o Grande ABC ao sistema metroviário da Capital.

    Assinado em 2014, o contrato, via PPP (Parceria Público-Privada), nunca saiu do papel. As obras esbarraram já na fase de desapropriações – o Palácio dos Bandeirantes não conseguiu aval para contrair empréstimo internacional para essa etapa. Em março, o governador João Doria (PSDB) revelou que estudo de 90 dias iria nortear a Linha 18, admitindo a possibilidade de troca do modal, de monotrilho para BRT (sistema de ônibus de alta velocidade, na sigla em inglês). O prazo termina no domingo.

    Desde o anúncio do estudo feito por Doria, muitas são as perguntas e raras as respostas do Estado. Não há detalhes do que motiva eventual mudança do modal nem números atualizados de demanda ou os custos indenizatórios para uma alteração brusca de rumo da Linha 18.

    Deputados estaduais com base nas sete cidades têm se movimentado para discutir alternativas para a implantação do monotrilho. Thiago Auricchio (PL), de São Caetano, montou frente para debater o tema. Luiz Fernando Teixeira (PT), de São Bernardo, encaminhou requerimentos para ouvir os responsáveis, mas tem esbarrado em articulações da base. Teonilio Barba (PT), também de São Bernardo, vislumbrou alternativa com a extinção da Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S/A) – a autarquia é credora do Estado. Coronel Nishikawa (PSL), de São Bernardo, e Márcio da Farmácia (Podemos), de Diadema, também defenderam publicamente o monotrilho – o diademense até pediu avaliação de extensão do projeto para contemplar seu município.

    Única mulher na bancada regional, Carla Morando (PSDB) também está sozinha na ausência de defesa enfática do Metrô à região. Líder do PSDB na Assembléia, em nota, disse que “aguarda o término do estudo realizado pela Secretaria dos Transportes Metropolitanos e pelo governador João Doria, que irá nortear o melhor modelo de transporte para a cidade em relação aos planos de avanço para a Linha 18”. Ela acredita que na audiência de hoje Baldy vai “evidenciar” esclarecimentos importantes”.

    Fonte: DGABC

    Get Social

    • Grey Facebook Icon
    • Grey Twitter Icon
    • Grey LinkedIn Icon
    • Grey YouTube Icon

    © 2019 - Metalúrgicos de São Caetano do Sul