Centrais protestaram contra os juros altos em frente ao BC em São Paulo

A Força Sindical, a UGT e CGTB realizaram hoje (dia 24), um protesto em frente ao Banco Central contra os juros altos. “A cada 45 dias estamos aqui fazendo manifestação contra os juros altos porque pensamos na economia, no País e reivindicamos mais empregos e mais consumo. Já pegamos juros com taxas altíssimas e hoje a Selic está em 8,25%”, afirmou João Carlos Gonçalves, Juruna, secretário-geral da Força Sindical.

O ato aconteceu no primeiro dia da reunião do Copom (Comitê de Política Monetária) para analisar a nova taxa Selic, que será divulgada amanhã.

Apesar de destacar que a Selic está em um dígito (8,25%), Juruna observou que ainda é a maior taxa do planeta. Precisamos chamar a atenção da sociedade para pressionar o governo a mudar a política econômica e baixar os juros para que o País tenha mais investimentos, produção, demanda, empregos e consumo.

No ato, os trabalhadores das diferentes categorias – costureiras, comerciários do ABC, Químicos da Fequimfar e de Guarulhos, além de metalúrgicos de Guarulhos e construção civil de São Paulo gritavam “Ó Temer, preste atenção! Os juros altos só leva a demissão!”ou então “Eu quero agora, eu quero já, eu quero ver os juros abaixar”. Fonte: Assessoria de Imprensa da Força Sindical.  24-10-2017

Get Social

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey LinkedIn Icon
  • Grey YouTube Icon

© 2019 - Metalúrgicos de São Caetano do Sul