Grande ABC antecipa feriados

Folga de nove dias começa no sábado; no período, serviços essenciais devem funcionar até as 17h


Yara Ferraz Do Diário do Grande ABC


Os prefeitos da região decidiram ontem, após reunião no Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, antecipar quatro feriados para a próxima semana, emendando com a Sexta-Feira da Paixão e a Páscoa. A medida, que é uma alternativa ao lockdown – não foi decretado pelo Estado –, visa restringir a circulação de pessoas e, consequentemente, novas infecções e internações por Covid.

Com as medidas, não haverá dia útil na região entre sábado e 4 de abril. Feriados municipais, a maioria de aniversários das cidades, serão antecipados entre segunda-feira, 29, e a quinta-feira, 1º de abril, e se somam ao feriado nacional da Paixão de Cristo e a dois fins de semana, com o total de nove dias. <CW-30>No período, os serviços essenciais precisam fechar às 17h e não ocorrerá venda de bebidas alcoólicas. "Já estamos na fase emergencial do Plano São Paulo, com série de limitações que não estão se mostrando suficientes. Precisamos evitar que mais pessoas se contaminem”, afirmou o presidente do Consórcio e prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB). Neste período, setores essenciais deverão encerrar as atividades às 17h, com exceção de hospitais, serviços de saúde de emergência, farmácias, laboratórios, hospitais veterinários, entre outros. Em nenhum estabelecimento, nem mesmo supermercados, poderá ocorrer a venda de bebidas alcoólicas. “A medida tem como alvo o público mais jovem, já que eles estão se cuidando menos neste momento. A bebida alcoólica acaba sendo um vetor de festas e aglomerações”, explicou o tucano. Já a utilização de transporte público deverá ser prioridade dos trabalhadores de serviços essenciais, mas, conforme esclareceu Paulo Serra, “será pedido que as concessionárias priorizem os trabalhadores de serviços essenciais. Mas o serviços será mantido até as 22h”, disse ele, que também informou que haverá fiscalização, principalmente para orientar o público e os empresários. Ou seja, não haverá impedimento, mas a orientação é para a circulação do menor número de pessoas possível.

As restrições devem ser regulamentadas por meio de decretos das prefeituras, que serão publicados amanhã. O colegiado de prefeitos também deliberou envio de ofício ao secretário estadual dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, visando à adesão dos equipamentos de transporte geridos pelo Estado. Também será solicitado apoio para a fiscalização.

Apesar do novo decreto, o presidente do consórcio afirmou que a antecipação de feriados é um plano B. “Os prefeitos deixaram claro a decepção e frustração com o Estado frente ao nosso pedido de lockdown metropolitano. O Estado não atendeu ao pedido e, ao meu ver, perdeu a oportunidade de ser referência de articulação em um momento em que o País sente tanta falta disso. Não ocorreram as mesmas disposição e energia que o Estado teve com as vacinas, por exemplo. A Região Metropolitana é diferente dos demais lugares, como a Baixada Santista (que decretou lockdown a partir de hoje), por exemplo, e precisávamos de uma ação em todo o Estado. O que restou a nós, na limitação dos municípios, é a antecipação de quatro feriados.”

O Grande ABC segue o exemplo da Capital, que também antecipou feriados, já a partir desta sexta-feira.

26 visualizações0 comentário

Get Social

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey LinkedIn Icon
  • Grey YouTube Icon

© 2020 - Metalúrgicos de São Caetano do Sul