top of page
  • Foto do escritor

GREVE NA GM SÃO CAETANO DO SUL PROSSEGUE COM A FÁBRICA 100% PARADA

Hoje, 01/11, pela manhã, nos portões da General Motors Unidade São Caetano do Sul, onde os metalúrgicos estão em greve há nove dias pela reintegração de 300 trabalhadores demitidos de maneira arbitrária e unilateral pela empresa.

Demissões recheadas de ilegalidades vez que a empresa desrespeitou normas que impedem nessas condições demissões em massa. Inclusive em relação ao Parecer (Tema 638) do STF que diz: “A negociação sindical prévia é exigência procedimental imprescindível para a dispensa em massa de trabalhadores...” O que a GM desconsiderou ao demitir nas suas três unidades fabris (São Caetano do Sul, Mogi das Cruzes e São José dos Campos), e de uma só canetada, cerca de 1.200 empregados.


O Sindicato dos Metalúrgicos de São Caetano do Sul entrou com Ação Civil Pública na justiça do Trabalho em São Paulo (outra jurisdição) solicitando a reintegração de todos os trabalhadores demitidos pela empresa”. Enquanto isso a greve continua com a fábrica de São Caetano do Sul 100% parada.

108 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page