Indústria demitiu 11 operários por dia neste ano nas sete cidades

Entre os meses de janeiro e julho, as fábricas do Grande ABC demitiram 2.350 trabalhadores, o equivalente a 11 profissionais por dia. O montante, no entanto, é 4,5 vezes menor do que o total eliminado entre os sete primeiros meses do ano passado, quando foram extintos 10.750 empregos na indústria da região. À época, os cortes atingiam 50 operários por dia.

Os dados são de pesquisa realizada pelo Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo) com suas empresas associadas.

Após cinco meses consecutivos de resultados ruins, o emprego, mesmo que de forma tímida, está voltando a reagir nas sete cidades. Em julho, as indústrias do Grande ABC apresentaram um saldo positivo de 50 postos de trabalho – em junho, 350 oportunidades haviam sido eliminadas no setor. Em julho do ano passado, para se ter ideia, 1.600 foram demitidos das fábricas.

Nos 12 meses finalizados em julho, a desaceleração no ritmo de demissões também chama atenção, já que, para este ano, 11.750 funcionários foram dispensados, enquanto que, para o período encerrado em julho de 2016, cerca de 23 mil haviam perdido o emprego no chão de fábrica. Ou seja, o volume caiu pela metade.

Na avaliação do diretor titular em exercício do Ciesp de São Bernardo, Mauro Miaguti, a queda no ritmo das baixas já significa um início de retomada para o setor. “A desaceleração nos cortes é o primeiro indicativo de que a situação irá mudar. Com a estabilização no cenário político e na economia, a tendência é começar a contratar mais do que demitir”. Miaguti também acredita que, com o retorno do investimento, os empregos voltarão. “Não acontece do dia para a noite, demanda tempo.”

O nível de emprego industrial no Grande ABC em julho foi influenciado pelas variações positivas dos produtos de borracha e material plástico (0,95%) e veículos automotores e autopeças (0,25%). Em contrapartida, o setor de produtos de metal, exceto máquinas e ferramentas (-1,29%), influenciou de forma negativa. É importante lembrar que a TP Industrial (antiga Pirelli), situada em Santo André, iniciou processo de contratação de 378 operários – que ainda estão sendo admitidos – para atuar na linha de produção de pneus agrícolas.

Questionado sobre o impacto da redução de IPTU que o prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), pretende aprovar para empresas que gerarem postos de trabalho, Miaguti – que também é vereador na cidade – avalia que a iniciativa é positiva, mas não pode ser burocratizada. “Os benefícios têm de ser claros e não podem gerar perdas significativas à receita da cidade.”

Get Social

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey LinkedIn Icon
  • Grey YouTube Icon

© 2019 - Metalúrgicos de São Caetano do Sul