top of page
  • Foto do escritor

INSS alerta beneficiários para o golpe da ‘prova de vida on-line’

Falsários utilizam mensagens de WhatsApp, SMS ou o telefone para enganar as vítimas

Por Nilton Valentim

25/12/2023 | 07:00

Compartilhar notícia

Claudinei Plaza/DGABC


O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) alerta os aposentados e pensionistas, sobretudo os mais idosos, para ficarem atentos à ação de golpistas, que se aproveitam da pouca habilidade com os aparelhos eletrônicos para lhes enganar.

São várias as artimanhas e, na maioria das vezes, eles utilizam ferramentas virtuais, como mensagens de SMS, WhatsApp e telefonemas, quase sempre oferecendo vantagens e ganhos inexistentes. Um desses golpes rotineiramente aplicados é o da prova de vida on-line. Nele, os criminosos telefonam para aposentados e pensionistas alertando sobre a suposta necessidade de realizar o procedimento de forma digital. Alegam que é uma nova modalidade adotada pelo INSS.


No passo seguinte, o criminoso, que se passa por atendente do INSS, pede para a vítima confirmar os dados pessoais e bancários. Depois, solicita o envio de uma foto atualizada e dos documentos digitalizados, gerando margem para um golpe pelo WhatsApp. De posse dos dados confirmados e a foto do documento, o criminoso terá mais facilidade para agir e executar a fraude financeira.


“O golpe da prova de vida é da categoria que chamamos de ‘golpe de contato’, a modalidade em que se opera basicamente através do contato telefônico e da habilidade do golpista em conseguir, pela lábia, a obtenção de dados pessoais da vítima”, explica Francisco Gomes Júnior, advogado especialista em direito digital. presidente da ADDP (Associação de Defesa de Dados Pessoais e do Consumidor) e sócio da OGF Advogados.

“Esse tipo de golpe é evitado através de uma dica simples, nunca forneça dados pessoais pelo telefone ou aplicativos. Inclui-se como dado pessoal, fotos e qualquer imagem próprias. Caso necessite fazer a prova de vida on-line, acesse o site do INSS (através do domínio gov.br) e siga o procedimento ali descrito, que não precisa da participação de terceiros”, alerta o advogado.


Ocian Florêncio, gerente de uma das agências da Previdência Social, destaca que os golpes prejudicam os aposentados e pensionistas, que, na maioria das vezes, são induzidos pelas facilidades oferecidas pelos golpistas. “Temos uma clientela idosa. Muitos não têm habilidade com as ferramentas tecnológicas e terminam sendo presas fáceis para os criminosos”, diz.


“Sempre que receber telefonema, SMS, mensagem de WhatsApp e e-mail tratando de assuntos relacionados ao INSS, o melhor caminho é não informar os seus dados. Se tiver dúvidas, procure os nossos canais oficiais, como a Central 135, ou aplicativo Meu INSS. Ou peça ajuda a um familiar ou amigo de confiança”, recomenda Florêncio.


(com agências)

4 visualizações0 comentário
bottom of page