Mensagem de fim de ano do Cidão do Sindicato aos metalúrgicos de São Caetano do Sul

Diante das dificuldades que permearam o ano de 2017, o resultado nada tem de animador, já que nossa ação foi prejudicada por uma conjuntura econômica e política totalmente desfavorável. Ainda assim, conseguimos levar a luta adiante, garantir direitos no âmbito dos acordos e convenções coletivas de trabalho firmados junto ao patronato, sempre na perspectiva de que os objetivos que permeiam a ação sindical fossem alcançados.

Para mim, que presido o Sindicato dos Metalúrgicos de Caetano de Sul e faço parte da direção da Federação dos Metalúrgicos do Estado de São Paulo (FEDMETALSP), assim como da Confederação Nacional dos Metalúrgicos (CNTM) e da Força Sindical, acredito não ter faltado empenho do sindicalismo, em termos de ação, para barrar os projetos aprovados pelo governo e que trouxeram prejuízos à força de trabalho, mas, volto a insistir, fomos vítimas de uma conjuntura para lá de péssima. Basta que olhemos para o aconteceu no Brasil de 2016 e 2017, com o desemprego e inflaçãoem alta,e ainda para o Congresso Nacional composto politicamente por uma maioria conservadora e desastrosa aos interesses dos trabalhadores.

Portanto, para 2018, além da luta cotidiana que nos tornou referência pelo Brasil, nossa intenção é lutar por uma ampla renovação no Congresso Nacional, por mais empregos, renda, direitos e cidadania. E para isto, a nossa união será fundamental com vistas a virarmos esse jogo em nosso favor.

Sendo assim, aproveito para desejar a cada um de vocês BOAS FESTAS e um 2018 melhor do que o ano que se encerra!

Aparecido Inácio da Silva – Cidão

Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de São Caetano do Sul

Get Social

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey LinkedIn Icon
  • Grey YouTube Icon

© 2019 - Metalúrgicos de São Caetano do Sul