Produção industrial tem leve alta no mês, mas mantém a trajetória de queda

De agosto para setembro, variação positiva foi de 0,3%. Mas atividade cai no terceiro trimestre, no ano e em 12 meses

São Paulo –A produção industrial brasileira teve pequena variação positiva, de 0,3%, de agosto para setembro, informou hoje (1º) o IBGE. Na comparação com setembro de 2018, a atividade avançou 1,1%, interrompendo uma sequência de três quedas. Mas cai 1,2% no terceiro trimestre e 1,4% tanto no acumulado do ano como nos 12 últimos meses.

No mês, segundo o instituto, houve expansão em três das quatro categorias econômicas e em 11 dos 26 ramos pesquisados – 14 registraram queda. O destaque foi o segmento de veículos automotores, reboques e carrocerias, com alta de 4,3%. Também tiveram resultado positivo setores como vestuário e acessórios (6,6%) e bebidas (3,5%). Entre as quedas, máquinas e equipamentos (-2,8%), produtos farmoquímicos e farmacêuticos (-4,6%) e coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis (-0,8%).


Em relação a setembro do ano passado, o IBGE apurou avanço em 13 dos 26 ramos, 46 dos 79 grupos e 51,9% dos 805 produtos pesquisados. Neste ano, o mês teve dois dias úteis a mais. No ano, a atividade industrial tem resultado negativo em uma das quatro categorias, 15 dos 26 ramos, 44 dos 79 grupos e 54,3% dos 805 produtos pesquisados. A maior influência negativa é do setor de indústrias extrativas, com queda de 9,8%. Também registram retração segmentos como celulose, papel e produtos de papel (-3,7%), produtos farmoquímicos e farmacêuticos (-3,4%), produtos de madeira (-5,6%), produtos de borracha e de material plástico (-1,9%) e equipamentos de informática, produtos eletrônicos e ópticos (-2,8%). Veículos automotores cresce 2,7%, com destaque também para produtos de metal (5%) e bebidas (3,6%).


Fonte: RBA 04-11-2019

8 visualizações

Get Social

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey LinkedIn Icon
  • Grey YouTube Icon

© 2020 - Metalúrgicos de São Caetano do Sul