top of page
  • Foto do escritor

Proposta da GM é recusada no TRT/SP e a GREVE contra as demissões em massa continua.

Proposta da GM é recusada no TRT/SP e a GREVE contra as demissões em massa continua.


Os sindicatos de metalúrgicos que representam os trabalhadores da General Motors (GM) em São Caetano do Sul e Mogi das Cruzes recusaram a proposta da empresa apresentada hoje, 30/10, na segunda Audiência de Conciliação no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de São Paulo. Segundo Aparecido Inácio da Silva, o Cidão, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de S. C, do Sul, "Antes de tudo a GM precisa anular as demissões e reintegrar os trabalhadores demitidos para que então se reabram negociações efetivas entre as partes". OS sindicatos se apegam a essa posição devido a forma intransigente como a empresa vem tratando o assunto e ainda a uma decisão (Tema 638) do STF que determina ser imprescindível a participação prévia de sindicatos nos casos de demissões coletivas em massa. E a GM não respeitou essa regra jurídica ao demitir de forma arbitrária e unilateral cerca de 1.200 trabalhadores das três unidades fabris localizadas respectivamente em São Caetano do Sul, Mogi das Cruzes e São José dos Campos. Por isso os sindicatos estão, antes de toda e qualquer questão, exigindo a reintegração imediata dos demitidos. Até lá a GREVE continua!!!



Assembleia portão 4 GM - 30/10/2023






102 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page