Vendas de veículos aumentam 15,26%

As vendas de veículos cresceram 15,26% entre janeiro a outubro deste ano no País, segundo a Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores). Conforme os dados, foram 2,1 milhões de unidades comercializadas nas concessionárias neste ano, contra 1,8 milhão no mesmo período em 2017.

Os dados incluem automóveis, comerciais leves (picapes e furgões), caminhões e ônibus (veja mais na arte acima) e foram divulgados ontem pela entidade. Considerando somente outubro, a alta chegou a 25,38% em relação ao mesmo mês do ano passado. No último mês foram registrados 254.732 emplacamentos, contra 202.844 em outubro de 2017.

Em relação a setembro, houve aumento nas vendas de 19,40% (quando foram vendidos 213.338 veículos). O presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, destacou que, apesar do clima de expectativa na população, gerado por conta da eleição presidencial, o mercado reagiu positivamente e manteve a tendência de crescimento.

“Ainda que com mais dias úteis em outubro (22), o desempenho do setor pode ser observado na média diária de vendas, que cresceu 1,38%, quando comparada com a média de setembro (19 dias úteis)”, afirmou.

Para o professor e coordenador do Observatório Econômico da Universidade Metodista de São Paulo, Sandro Maskio, devem ser considerados três fatores importantes na economia para a explicação da melhora dos índices em comparação com 2017. “Houve melhora leve no mercado de trabalho. Mas ainda há uma expectativa leve no crescimento e redução do risco de desemprego, o que inibe o consumo. Por fim, ainda há uma demanda reprimida por automóveis, dados os anos anteriores, que foram de retração”, analisou.

Para os dois últimos meses deste ano, é difícil fazer alguma previsão de vendas, de acordo com Maskio. Porém, ele destacou que “a tendência é que os números não sofram alterações fortes”, afirmou.

SEGMENTOS As vendas de pesados foram responsáveis pela maior alta percentual nos tipos de veículos, com 51,16% registros a mais do que no ano passado. Já foram comercializadas 61.066 unidades neste ano (número que chegava a 40.399 em 2017).

Em relação aos automóveis, as vendas cresceram 13,55%, sendo que as transações chegaram a 1,7 milhão, ou seja, são os responsáveis pelo maior montante dos emplacamentos registrados.

Somente em outubro, na comparação com setembro, os autos tiveram registro de crescimento de 20,57%. Foram vendidas 35.632 unidades a mais em relação ao período anterior, totalizando 208.814 emplacamentos.

Na região, são 5.247 emplacamentos No Grande ABC, foram vendidos 5.247 veículos (automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus) em outubro, de acordo com os números da Fenabrave. De janeiro a outubro deste ano, os sete municípios foram responsáveis por 39.272 emplacamentos.

A cidade com maior número foi São Bernardo, com 2.212 vendas em outubro e 15.463 no acumulado deste ano. Em seguida vem Santo André, com 1.514 em outubro (11.225 nos dez primeiros meses de 2018), e São Caetano, com 740 unidades vendidas (6.591 de janeiro a outubro).

Mauá registrou 339 comercializações em outubro e 2.594 neste ano. Ribeirão Pires teve 930 em 2018, sendo 126 no último mês, e Rio Grande da Serra, 136 neste ano, sendo 21 em outubro.

Foram vendidos 4.848 automóveis, 229 comerciais leves (picapes e furgões), 152 caminhões e 18 ônibus nas concessionárias da região durante o mês de outubro. Nos primeiros dez meses deste ano, os automóveis continuam responsáveis pelo maior número nas vendas regionais, com 35.345 unidades comercializadas. Durante o período foram 2.382 comerciais leves, 1.248 caminhões e 297 ônibus.

Fonte: DGABC

0 visualização

Get Social

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey LinkedIn Icon
  • Grey YouTube Icon

© 2020 - Metalúrgicos de São Caetano do Sul