Vendas de veículos crescem 21,3% de janeiro a abril

Para Fenabrave, resultado se deve à queda na inadimplência e maior oferta de crédito

De janeiro a abril, foram vendidos 762,8 mil veículos em todo o País. O volume representa alta de 21,31% em relação a igual período do ano passado. Somente em abril, foram emplacadas 217,3 mil unidades, alta de 38,5% frente ao mesmo mês em 2017. Os dados foram divulgados ontem pela Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores).

O maior volume licenciado foi de automóveis e comerciais leves, com 737,2 mil exemplares no quadrimestre (alta de 20,4%), e 209,9 mil em abril (37,8%). No entanto, em termos percentuais, os pesados se destacaram. De janeiro a abril, foram licenciadas 25,5 mil unidades (52,7%) e, no mês passado, 7.364 (61,8%). Destaque para os caminhões, cuja venda disparou 78,4% em abril (6.223) e 58,7% no acumulado do ano (20,891).

“A queda na inadimplência, aliada à redução da taxa de juros vem favorecendo o setor. Hoje, a inadimplência da carteira de crédito, com recursos livres para pessoas físicas, é de 2,5% e, para pessoas jurídicas, 3,6%. São os menores resultados desde abril de 2011, fatores que favorecem a oferta de crédito”, diz o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior.

GENERAL MOTORS – A fábrica de São José dos Campos da General Motors concedeu férias coletivas de 14 dias a 2.600 dos 5.000 funcionários. O objetivo é a modernização da linha de produção da caminhonete S10. O recesso, no entanto, não deve afetar a planta de São Caetano, segundo o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Caetano, Aparecido Inácio da Silva, o Cidão. No local, também é produzida a Trailbrazer.

Fonte: DGABC

Get Social

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey LinkedIn Icon
  • Grey YouTube Icon

© 2019 - Metalúrgicos de São Caetano do Sul